Grupos de Pesquisa

Nutrição e Saúde Coletiva, Cadastro no Cnpq Em 1987.

O grupo apresenta três grandes eixos de investigação: i) Saúde, nutrição e epidemiologia, (ii) Saúde, nutrição e políticas públicas e (iii) Segurança alimentar e nutricional. O eixo Saúde Nutrição e Epidemiologia tem se destacado na contribuição ao conhecimento os determinantes da situação de saúde e nutrição de populações urbanas e rurais em nível local e regional. Dentro deste eixo as vertentes da nutrição, infecção e crescimento e epidemiologia das enfermidades carenciais têm gerado conhecimento sobre ocorrência e gravidade das doenças infecciosas e crescimento na infância. E destaca-se a avaliação de estratégias, aplicada ao SUS para a redução dos fatores de risco para as DCNT em diferentes ciclos da vida.
 

O eixo Saúde, Nutrição e Politicas Públicas têm produzido e disseminado o conhecimento sobre os alcances e limites dos programas de alimentação e nutrição implementados no estado Bahia, orientado pelo conceito de segurança alimentar e avaliação de políticas públicas. Nessa perspectiva, os pesquisadores integrados a esse eixo têm se preocupado com o estudo e desenvolvimento de metodologias para avaliação de programas e projetos. O envolvimento de alunos de pós-graduação, assim como parcerias com pesquisadores de outras instituições, representa no campo científico e institucional a oportunidade de criar espaço concreto para o treinamento e incentivo na perspectiva de formação de novos pesquisadores e docentes. O envolvimento de estudantes e recém-graduados da área de nutrição e ciências afins, tem propiciado condições para o incentivo e a formação no campo da pesquisa em nutrição.

Líderes: Ana Marlúcia de Oliveira e Sandra Maria Chaves dos Santos

Alimentos, Alimentação e Saúde, Cadastrado no CNPQ em 2000.

Apresenta como repercussão na área científica pesquisas desenvolvidas em linhas que contemplam a criação de novas metodologias para o diagnóstico e controle microbiológico de alimentos; estudos voltados para ações da vigilância sanitária de alimentos, no que diz respeito à implantação de leis, portarias; controle de qualidade de alimentos industrializados e aspectos toxicológicos; técnicas de conservação de alimentos; estudos para a caracterização química e físico-química de alimentos regionais e de novos alimentos; gerenciamento de qualidade em serviços de alimentação e nutrição. As linhas de pesquisa do grupo são: controle de qualidade e microbiologia de alimentos.

Lider: Rogéria Comastri de Castro Almeida.

Grupo de Estudos e Pesquisa em Alimentação Coletiva - Gepac, Cadastrado No CNPQ em 2007.

REPERCUSSÕES DO GRUPO: O campo da Alimentação Coletiva se constitui em um privilegiado espaço para estudos, dada a sua importância econômica (faturamento superior à R$ 25 bilhões em 2007 e mais de 800.000 estabelecimentos de serviços de alimentação em todo o Brasil); pela sua cobertura (mais de 12 milhões de refeições diariamente oferecidas apenas no mercado formal de trabalho) e, principalmente, para a saúde dos comensais (vários estudos apontam a prevalência de agravos nutricionais em trabalhadores em magnitude maior que na população adulta brasileira; o que, a princípio, é incomum).

Este grupo decorre da consolidação de vários projetos de pesquisas desenvolvidas na Escola de Nutrição da UFBA, com abordagens tanto qualitativa como quantitativa, com ênfase em estudos e pesquisas em Unidades de Alimentação e Nutrição, que visam contribuir para subsidiar ações na direção da melhoria da qualidade de alimentação ofertada a população. Em relação aos recursos humanos, integram-se á equipe de pesquisadores nacionais e internacionais alunos da graduação e pós-graduação. Com relação à infra-estrutura conta com o moderno Laboratório de Pesquisa em Alimentação Coletiva - LPAC.

Líderes: Deusdelia Teixeira de Almeida e Maria da Purificação Nazaré Araújo

Grupo de Pesquisa em Segurança Alimentar e Comércio Informal de Alimentos (Sacia), Cadastrado no CNPQ em 2009.

O SACIA tem como propósito fomentar a realização de estudos interdisciplinares sobre a temática do comércio formal de alimentos, abarcando diferentes focos, buscando contribuir para a melhor organização do segmento e de seus atores sociais. Entre as linhas de investigação em desenvolvimento estão contempladas: comércio informal de alimentos, alimentação e cultura; comércio informal de alimentos e trabalho infantil; comércio informal de alimentos e vigilância sanitária; e estratégias de intervenção para o comércio informal de alimentos.

De modo mais recente, o SACIA tem atuado em estudos de intervenção de base comunitária, em apoio a cadeias produtivas informais – pesca artesanal, mandioca e frutas e hortaliças, com interface em temáticas relacionadas à economia solidária e ao desenvolvimento social sustentável.

Líder: Ryzia de Cassia Vieira Cardoso.

Recursos Humanos:

Nutrição, Sistemas Nervoso e Imunológico, Cadastrado no CNPQ em 2004.

Este grupo de pesquisa pretende estudar os efeitos precoces e tardios da inadequação alimentar durante o período de gestação e lactação. Este tema contribuirá para se compreender quais as consequências fisiopatológicas de uma alimentação inadequada no início da vida. Outrossim, contribuirá para se conhecer os efeitos de uma dieta nutricionalmente equilibrada após o período crítico de desenvolvimento. Esse conhecimento é fundamental para definição das estratégias de prevenção a serem utilizadas.

Lideres: Jairza Maria Barreto Medeiros e Tereza Cristina Bomfim de Jesus Deiró

Ceiae - Centro de Estudo e Intervenção na Área do Envelhecimento, Cadastrado no CNPQ em 2004.

O CEIAE tem o objetivo investigar os aspectos relacionados ao envelhecimento dentro de uma visão multiprofissional, destacando-se as áreas de nutrição, educação física, medicina, psicologia e serviço social. Engloba as seguintes linhas de pesquisa: bioquímica da nutrição, nutrição e epidemiologia do envelhecimento, síndrome metabólica.

Lider: Lilian Barbosa Ramos

Núcleo de Gastroenterologia – Ufba, Cadastrado no CNPQ em 2011.

O objetivo do grupo é contribuir para o melhor conhecimento da Doença Inflamatória Intestinal na Bahia e no Brasil. As linhas de pesquisas do grupo são: Células Tronco nas Doenças Hepáticas, doença Inflamatória Intestinal, doenças Intestinais, hepatite e Vírus Hepatotrópicos, hepatites virais, nutrição, polimorfismo Genético.

Líderes: Raquel Rocha dos Santos e Genoile Oliveira Santana Silva

Nepac - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação e Cultura, Cadastrado no CNPQ Em 2006.

A criação do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Alimentação Contemporânea - NEPAC - partiu da necessidade de compreender os fenômenos que cercam o corpo e o comer contemporâneo, os aspectos vinculados à promoção da saúde, identidade e cultura como ainda as suas intersecções com o mundo contemporâneo e a modernidade.

O grupo contempla as seguintes linhas de pesquisa: Aspectos sócio-culturais da alimentação, comércio informal de alimentos, alimentação e cultura, corpo, comida e comer, educação alimentar e nutricional, hábitos Alimentares e comensalidade, métodos e de modelos em educação permanente para a Alimentação Escolar, saúde, nutrição e políticas públicas.

Lideres: Lígia Amparo da Silva Santos e Maria do Carmo Soares de Freitas

 

 

Português, Brasil